segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Sobre o meu Twitter

Caro João Campos, preferi postar esta explicação aqui no blog para otimizar o espaço (em 140 caracteres não poderia analisar toda a questão). Vou abordar este assunto e será a última vez que o faço aqui por julgar que ele não enobrece o espaço. Dito isto, vamos lá: a conta de Twitter @nelsinhotrad é minha, criada sob minha autorização e atualizada por mim e por minha assessoria quase diariamente.

Na maioria das vezes quem “digita” os posts é um assessor, sob “minha” autorização e orientação. Nada, repito, “nada” é postado no Twitter sem meu conhecimento e autorização. Se você tem dúvidas sobre isso, tire-as diretamente comigo. Campo Grande não é uma cidade tão grande a ponto de um prefeito não ser localizado por um cidadão. Mais fácil que supor, é assegurar.

Sobre a resolução de problemas via Twitter, você diz que desconfiou da autenticidade da minha conta, “pois os assuntos não eram resolvidos, mas encaminhados para secretários”. Ora João, eu trabalho com uma equipe, se não contar com a equipe como trabalharei? Nunca tive, não tenho e nunca terei perfil centralizador.

O Twitter é um espaço para dialogar, ouvir, não é SAC. Acho de extrema utilidade ouvir sugestões, denúncias e encaminhá-las para as secretarias competentes que as analisarão, definirão procedência e darão seqüência aos encaminhamentos pertinentes. Ou não, se não houver encaminhamentos pertinentes a serem dados.

Jamais me propus a resolver problemas pessoalmente via internet, até porque se fosse assim eu não teria tempo para administrar a cidade.

Ainda, o Twitter não pode ser encarado como uma ferramenta para solucionar assuntos particulares (confusão feita por muita gente), mas para analisar contextos gerais, analisar sugestões, encaminhar soluções para as áreas que podem solucioná-los. Para isso estarei sempre aqui, postando pessoalmente ou contando com o auxílio de meus assessores.

Um comentário:

MotoTuristas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.