quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Revitalização do Centro recebe sugestões do Conselho do Meio Ambiente

A arborização, a poluição atmosférica e sonora e os aspectos que levam às questões de preservação ambiental do centro da cidade foram alguns dos itens destacados pelos conselheiros do Conselho Municipal do Meio Ambiente para o processo de revitalização da região central. De acordo com o presidente do Conselho, João Vieira o acompanhamento da elaboração do Plano de Revitalização do Centro é uma prerrogativa do Conselho.

Entre as indagações apresentadas pelos conselheiros em relação a requalificação da Rua 14 de Julho, o destaque ficou para dois pontos: a retirada da fiação aérea de energia elétrica e a arborização da via que terá novo passeio público. O arquiteto Walter Cortês, da Organura, lembrou que o Plano contempla os dois itens e muitas outras questões de melhoria do meio ambiente.

O desestímulo ao transporte particular em detrimento do coletivo foi outro aspecto comentado durante a reunião. Para os conselheiros, a poluição atmosférica é uma preocupação premente e que precisa ser pensada na região central onde a concentração de veículos tem crescido a cada ano. Cortês lembrou que todo o processo de revitalização da área central tem o pedestre como prioridade, e que vários pontos que desestimulam o tráfego de veículos já estão no Plano Diretor de Transporte Urbano (PDTMU). Como a revitalização do centro não está dissociada às questões do trânsito urbano, os conselheiros requisitaram uma reunião específica para que o PDTMU fosse também apresentado e detalhado. Leia a matéria completa AQUI.

Nenhum comentário: