sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Sesau enfatiza a colaboração da população para combater a dengue

Um novo vilão aparece nos trabalhos de prevenção e combate à dengue realizados pelas equipes do Centro Municipal de Controle de Zoonoses (CCZ). Os agentes de saúde pública têm encontrado dificuldade em vistoriar os recipientes elevados das casas, que são as caixas d’água e as calhas. Considerados meios propícios para a proliferação do aedes aegypti, as calhas podem entupir e acumular água, enquanto as caixas d’água, mesmo tampadas, permitem a entrada e a saída do mosquito pelo cano da caixa - chamado de “ladrão”-, que deve ser coberto por uma tela para impedir a passagem do aedes sem obstruir a passagem de água. Veja mais AQUI.

Nenhum comentário: