terça-feira, 7 de junho de 2011

Breve olhar sobre a Cidade Morena

Liderar a administração de uma Capital como Campo Grande exige, ao mesmo tempo, mãos firmes na direção de uma máquina portentosa e sensível, olhos atentos no horizonte do 'futuro' além das próximas curvas - das próximas décadas, na verdade - e absoluta aplicação no gerenciamento do painel de controle.

Ante esse nível de exigência, sobra pouquíssimo tempo para uma rápida olhada no retrovisor. Sem contar que na complicada via expressa da administração de uma metrópole regional, como a nossa 'Cidade Morena', são raras as 'áreas de escape', onde o piloto da máquina pública estacione em segurança, para breve contemplação.

Antes que me perguntem, devo dizer que estou absolutamente à vontade no comando desta magnífica máquina, hoje muito mais motivado e seguro, pois conheço as engrenagens - assim como os níveis de pressão e a potência das demandas sociais - de cuja existência o piloto estreante dos primeiros dias de mandato apenas suspeitava.

Com a vivência construída mais pela intensidade das provas - 'provações' - do que pelo 'tempo nas pistas', devo dizer que dirigir Campo Grande configura a mais extraordinária experiência e o maior desafio com que me brindou a vocação de homem público. Mais ainda porque a população desta Cidade, pela livre manifestação do voto, renovou, por folgada maioria, a minha 'licença de piloto' por mais um mandato. Que estou honrado com todas as minhas forças.

Com a metáfora automobilística, reverencio a Stock Car, cuja quinta etapa foi disputada em Campo Grande no último dia 5, e que pôs nossa Capital no circuito nacional dos grandes eventos esportivos. Mas é óbvio que, ao estacionar brevemente nessa ‘área de escape’, quero fazer uma rápida panorâmica sobre o sistema viário de nossa Capital.

Com o justificado 'orgulho moreno', assinalo que as obras viárias - em boa parte 'ecoviárias', como veremos à frente - realizadas nos últimos anos, mais aquelas ainda em curso, projetam Campo Grande como líder em investimentos públicos em infraestrutura de transportes.

O privilégio de estar à frente dos destinos de Campo Grande, nestes anos inaugurais do Século XXI, colocou-me o desafio de implantar e operar as conexões viárias estratégicas e as demais intervenções urbanísticas decisivas para conferir à Cidade a perenidade de sua condição de espaço da plena Cidadania.

Via Morena, Orla Morena, Imbirussu/Serradinho, Marginal do Córrego Lagoa, Urbanização do Córrego Cabaça e Complexo Segredo são hoje referências urbanísticas que se confirmam como um conjunto de obras e intervenções, cuja complementaridade e integração vão assegurar a Campo Grande, em breve, um dos mais eficientes sistemas viários dentre as capitais brasileiras. Especialmente com a conclusão do Macro Anel Viário.

Contudo, o que confere maior importância a esse conjunto de intervenções urbanísticas sem precedentes em Campo Grande são suas características especialíssimas, de generosa interação urbano-ecológica.

Ao mesmo tempo em que asseguramos a infraestrutura viária que conecta Campo Grande com o futuro – e que já é presente – de interação cada vez mais amena e humana entre o cidadão e a cidade, estamos implantando o maior sistema de preservação ecológica urbana do Brasil, associada a saneamento.

A efetiva anexação de centenas de hectares dos chamados ‘fundos de vale’, garantindo a preservação absoluta de fauna, flora, nascentes e ‘veredas’ de ecossistemas até há pouco sob risco, nos permitiu assegurar a Campo Grande a liderança na implantação dos chamados ‘Parque Lineares’ – uma das iniciativas urbanísticas contemporâneas mais festejadas.

Assim, se a retirada dos trilhos da velha e heróica NOB do centro propiciou a implantação da Via Parque, fundindo modernização viária a um corredor de lazer e cultura, os fundos de vale transmutados em parques Lineares asseguram, em definitivo, a Natureza como patrimônio urbano.

Em ambos os casos, os investimentos na valorização do ser humano – pela via do resgate e humanização de seus espaços – resultaram, também, em valorização financeira sem precedentes de imóveis no entorno desses parques e vias.

É essa instigante visão panorâmica que pretendo dividir, nos próximos artigos, com cidadãos de Campo Grande e de todo o Mato Grosso do Sul, já que a Capital é patrimônio – e orgulho – de todo o Estado.

8 comentários:

Neilton disse...

Parabéns pela boa "pilotagem"! Continue se superando!

Leize disse...

Oi Prefeito, gostei mto do seu texto,e realmente a preocupação ambiental é uma marca da sua gestão. Não me canso de admirar a orla morena, escolho sempre esse cminho para ir ao trabalho, me transmite mta paz. Ainda gostaria de ver nossos canteiros centrais sem os postos de gasolina, e com mais "verde" será que conseguiremos? Que Deus continue te iluminando sempre...Um grande abraço...Leize

Gira Poesia disse...

Olá querido prefeito, que maravilha esse texto, parabéns!!
Essa cidade está cada vez mais linda e inspiradora. Já fiz várias poesias sobre ela, dentre as quais "Campo Grande e a Pequena Morena", "Papa Pantaneiro", "Rodoviária", "Campo Grande e a Passagem Para o Progresso". Conheça essas poesias, acesse http://rodadaalegria.blogspot.com

Um grande abraço. (Di Freitas)

dkzanova disse...

poxa prefeito eu gosto muito da sua administração mas está ficando dificil não sei se é vc ou seus secretarios mas estão apertando cada dia mais os pequenos empresarios

bbela disse...

Sr. Prefeito, vejo que cada vez que o Sr. vai na tv morena,o Sr. é sabatinado, vejo também que os próprios moradores criam a maior parte dos seus problemas, jogam lixo na rua, e reclamam da sujeira, depredam as praças e os lugares destinados para lazer, e depois reclamam a depredação( feita por uma minoria da própria população), mas não vejo ninguém ELOGIAR, as suas iniciativas de melhora para Campo Grande, acredito que reclamar é muito cômodo, mas creio também que o reconhecimento se faz necessário, e acredito piamente que o SR. faça o "SEU" MELHOR, na administração da nossa cidade.

Anônimo disse...

QUERIDO PREFEITO BOA NOITE EU PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DE MORADORE DA VILA NHANHA QUERO SABER QUAL AS OBRAS DA VILA E O GINASIO AVELINO DOS REIS COMO VAI FICAR SE FOR ATENDIDA MUITO OBRIGADO PREFEITO

ANTONIO disse...

CAMPO GRANDE É REALMENTE UMA CIDADE LINDA POREM PARA SER UMA CAPITAL TURISTICA OU CAPITAL DO PANTANAL FALTA CRIAR UM ZOOLOGICO PANTANEIRO POIS AQUARIO JA ESTA GARANTIDO E TAMBEM UM LAGO ARTICIAL PARA LAZER DA POPULAÇÃO PORQUE QUANDO QUEREMOS ESTE TIPO DE LAZER TEMOS QUE VIAJAR PARA OUTRAS CIDADES.

Arnaldo Estevão disse...

Eu sempre confiei em você, sempre te achei um cara legal , democrático e que administrou bem Campo Grande, minha única frustração é você andar com esse Judas ai chamado André, mas sua família tem tradição na política , você deve saber o que esta fazendo, entretanto desta vez não da pra continuar te atendendo, o Giroto não é a continuação de sua forma democrática de administração pública mas o estabelecimento do fascismo definitivo como forma predominante de fazer politica em nosso estado, por isso desta vez não posso votar no candidato que o senhor apoia, continue firme e se o senhor se candidatar a governador pode contar com meu voto